Tag: marque a página (página 1 de 9)

“As pessoas esperam que você chore quando seu pai morre. Que amaldiçoe o sistema porque ele foi assassinado pela polícia. Que lamente ser de classe média baixa e negro em um estado policial que protege apenas brancos endinheirados e estrelas de cinema de todas as raças (…). Mas não chorei. Achei que a morte dele era um truque.”

 

Paul Beatty em O Vendido

“Já não existem baús ou só existem baús vazios, esvaziados, sem anéis, sem mechas de cabelo, sem cartas bem dobradas prestes a se rasgar, sem fotos em sépia. A vida é um enorme álbum no qual é possível construir um passado instantâneo, de cores vivas e definitivas.”

 

Alejandro Zambra em A Vida Privada das Árvores

“Não acho que se possa definir o estilo conscientemente, tanto quanto ninguém pode definir a cor dos próprios olhos. Afinal, seu estilo é você. No fim das contas, a personalidade de um escritor tem muito a ver com a sua obra. A personalidade tem que estar humanamente lá. Personalidade é uma palavra desvalorizada, eu sei; mas exprime o que quero dizer. A humanidade individual do escritor, sua palavra ou seu gesto diante do mundo, tem que aparecer quase como um personagem que entra em contato com o leitor. Se a personalidade é vaga, ou confusa, ou meramente literária, ça ne va pas.”

 

Truman Capote em As Entrevistas da Paris Review

“Estou convencido de que uma sociedade sem literatura, ou em que a literatura tenha sido relegada, como certos vícios inconfessáveis, às margens da vida social e convertida em pouco menos do que um culto sectário, está condenada a barbarizar-se espiritualmente e a comprometer sua liberdade.”

 

Mario Vargas Llosa em A Verdade das Mentiras

“No mundo existem pessoas que montam a maquete de um navio dentro de uma garrafa usando uma longa pinça, e demoram quase um ano nessa tarefa. Escrever romances talvez seja parecido.”

 

Haruki Murakami em
Romancista como Vocação

Posts mais antigos

© 2017 Achados & Lidos

Desenvolvido por Stephany TiveronInício ↑