Tag: marque a página (página 1 de 12)

“A faculdade que temos de manipular a nós mesmos para que o pedestal de nossas crenças não vacile é um fenômeno fascinante.”

 

Muriel Barbery em A Elegância do Ouriço

“Ao chegar a uma nova cidade, o viajante reencontra um passado que não lembrava existir: a surpresa daquilo que você deixou de ser ou deixou de possuir revela-se nos lugares estranhos, não nos conhecidos.”

 

 

Italo Calvino em As Cidades Invisíveis

“Em toda casa há uma ordem aparente e uma desordem real.”

 

Domenico Starnone em Laços

“… e se por vezes enveredava por um descaminho, isso se dava porque para muitos simplesmente não existe um caminho certo. Se acaso lhe perguntavam o que afinal de contas pensava em vir a ser neste mundo, respondia com fórmulas variáveis, pois costumava dizer (e até já o inscrevera em seu íntimo) que trazia em si as possibilidades de mil formas diferentes de existência, junto da secreta consciência de que todas no fundo não passavam de puras impossibilidades…”

 

Thomas Mann em Tonio Kröger

“Verdadeira. Com dinheiro também fico, pomba. Fico a própria boca da fonte jorrando  a verdade. É fácil dizer a verdade na riqueza. Bacana os gloriosos contando nas entrevistas que na infância reviravam a lata com os ratos, muito bacaninha tanta autenticidade. Coragem, não? Bonito.”

 

Lygia Fagundes Telles em As Meninas

Posts mais antigos

© 2018 Achados & Lidos

Desenvolvido por Stephany TiveronInício ↑